26 outubro 2015

5 dicas para um bom convívio com seu fornecedor


Ultimamente venho me espantando com alguns acontecimentos com fornecedores. Sabemos muito bem, o quanto os preparativos do tão sonhado casamento podem afetar emocionalmente em nosso dia a dia, principalmente a questão de saber se está indo tudo certo com nossos fornecedores. Afinal, casar não é barato, além de estarmos lidando com nossos sonhos e sempre queremos que saia perfeito. São tantos sentimentos envolvidos, que acabamos misturando tudo e temos que dar um "Stop".

Infelizmente, para muitas noivas as preocupações e inseguranças com os fornecedores passam um pouco do limite e acabam criando conflitos entre os negócios. E por isso, aqui vão algumas dicas para um bom convívio com o seu fornecedor. 

1. Não é só você 
Calma noivinha, ele não desapareceu! Assim como você, existem outras sonhadoras que contrataram aquele serviço incrível do seu fornecedor. Ele pode não está dando atenção agora, mas quando chegar a sua vez pode ter certeza que será cheios de mimos. Claro que também ninguém merece ter um fornecedor extremamente frio, por isso conhecer o profissional e seu trabalho de perto é essencial. Mas lembre-se, que exatamente no momento em que você quer toda aquela atenção, ele pode está dando atenção para um evento da semana e com isso poderá atrasar um pouco a comunicação. Então tenha paciência e não se desespere querendo atenção 24hs. 

2. Clientes também precisam ter bons modos 
Imagina se seu chefe te incomodasse 24hs e ligasse às 3h da matina em seu celular para falar de trabalho, ou te perturbasse toda vez quando você estivesse online fora do expediente. Imaginou? Super chato não acha? Para o fornecedor o chefe somos nós, clientes, mesmo pagando pelo serviço precisamos ter discernimento, afinal fornecedores não são robôs, são gente como a gente que também tem sua vida pessoal e horários de descanso. Procure por seu fornecedor em horário comercial. Veja se seu fornecedor, tem horário padrão de atendimento, não precisa mandar centenas de mensagens seguidas. Caso tenha tempo de entrar em contato apenas em horários após comercial, de preferência ao envio de pedidos de orçamentos, dúvidas e etc pelo e-mail. Nunca saia procurando fornecedor em perfil pessoal, muito menos familiares próximos. Não misture as coisas! Além de ser chato é super anti ético. Existe página comercial pra isso. Mas caso o fornecedor só tenha o perfil pessoal, isso é uma exceção, claro. Outro ponto que também devo ressaltar, nunca diga "estou te pagando pra isso", humilhação está no topo da lista negativa. Você não precisa lembrar seu fornecedor que pagou pelo serviço, ele sabe muito bem, mas também vale lembrar que pagar não é sinônimo de fazer o que bem quer, claro se você contrato serviço extras ok, mas tudo tem suas regras e limites. 

3. Não desmereça o trabalho dos fornecedores
"Nossa que valor absurdo por isso!", "Não vale esse valor", "Não gosto do estilo do seu trabalho, tem como ser igual a tal fulano?", "Nem precisa estudar pra isso!" Gente, por favor! Não faça esses tipos de comentários, mais uma observação para a listinha negativa. Todos sabem o que passou para chegar onde está, cada um tem um custo profissional e pessoal, cada um almeja bens materiais assim como você. Você não sabe o investimento que o profissional teve, nem o custo para exercer esta profissão. Inclusive, tem um texto super bacana do nosso parceiro Raphael Gallo com a questão do custo da fotografia por exemplo. Um texto muito bom para reflexão e entender que em toda profissão tem estes pontos. > Confira aqui. Existem profissional, que tem um estilo próprio, sendo seu diferencial, então não peça para que mude, se não gostou do trabalho apresentado procure por outro profissional. 

4. Não sair postando tudo por aí
Está aí algo que fico em meio termo. No facebook, é possível encontrar alguns grupos de diversas regiões, onde as noivas trocam experiências. Existes situações que vale a pena o alerta para outras noivas, mas tem alguns casos que por favor, só porque o profissional não pode atender no determinado momento que você gostaria, não precisa sair criticando profissional por aí não. Parece que reza por um deslize do profissional, só para postar e gerar ibope. Outra ponto importante lembrar, é para tomarem cuidado quando relatarem sua experiência com o fornecedor, por mais que um serviço tenha sido executado com falhas, não poste "Não fechem com "X" fornecedor", ao invés da situação está ao seu favor, ela pode inverter de forma negativa gerando um processo judicial. Nunca aumente os fatos, diga a verdade, somente a verdade, pois calúnia é considerado crime. Lembre-se que a melhor forma de se resolver uma confusão é a conversa, caso não adiantar não precisa fazer alarde, basta entrar em juízo e alertar o que for necessário. 

5. Agradeça seu fornecedor 
Não é porque você esteja pagando, que não precise agradecer o comprometimento do serviço prestado. Você não faz ideia de quantos pepinos o profissional passa para realizar seu dia dos sonhos e até mesmo, quantos finais de semanas de descanso deixam pelo seu dia. Faça o seu fornecedor feliz, deixando um lindo depoimento e indicação. A sensação de dever cumprido é maravilhosa, mas a sensação de dever cumprido e reconhecimento do cliente é indescritível. Por trás de todos os elogios e agradecimentos, lágrimas de gratidão e felicidade nascem e é isso que faz com que o profissional aguente mais e mais pepinos, para a realização do grande dias de várias sonhadoras. 


Então é isso queridas noivas, por favor espero que não interpretem de uma forma negativa. É apenas algumas observações para o termo "Gentileza gera Gentileza", na área de eventos. Sei que muitos irão concordar e outros discordarem, mas são dicas muito importantes, para que evitemos confusões desnecessárias e estressando ambos os lados com toda essa correria. Vamos na paz, tranquilas e finas, para que possamos curtir nosso grande dia sem estresse. Lembre-se que estresse demais resulta em queda de cabelos e dá rugas, hein! Xeruuuu...